Memento mori

Memento (2000) trata-se de um filme no qual o personagem principal, Leonard Shelby, usa consciente e inconscientemente seu corpo e sintomas corporais para um fim bem determinado: encontrar o assassino de sua esposa. Agora que você, leitor, terminou de ler esse período, vou lhe definir somatização: processo pelo qual um indivíduo usa, consciente ou inconscientemente seu corpo e sintomas corporais para fins psicológicos ou para obter ganhos pessoais.

Memento é uma alusão ao ditado popular latino, Memento mori, que significa lembre-se que você é um mortal, e possui uma história que se passa em três dias. A trama é contada de forma não-linear, assemelhando-se ao processo de evocação de memórias. Leonard, é portador de amnésia anterógrada e desde a morte de sua esposa perdeu sua memória de curto prazo, em sua mão está escrito: Lembre-se de Sammy Jankis. Mas afinal, quem foi Sammy Jankis? Antes de adoecer, Leonard era investigador de seguradoras, e Sammy Jankis, um homem que após um acidente teve sua memória de curto prazo prejudicada e esquecia todos os fatos recentes, o que o levou a matar sua esposa por meio de aplicações sucessivas de insulina que ele não se recordava já ter realizado, foi um dos seus casos de investigação mais difíceis, e Leonard concluiu que Sammy estava fisicamente apto a se recordar dos fatos que vivia. Isso é o que o filme conta em seu início, ou melhor, em seu fim, já que Memento inicia-se no final, e se finda no início.

No final do filme (início da história), a trama é enfim entendida pelo telespectador, quando Leonard descobre que na verdade, era ele o assassino que buscava, visto que aplicou insulina repetidas vezes em sua esposa diabética devido a sua condição amnésica, que iniciou-se antes do ocorrido. A história de Sammy Jankis, na verdade era de Leonard, o qual utilizou-se de sua condição patológica para criar uma estratégia de fuga para seu sofrimento psíquico, se isentando inconscientemente da culpa de ter matado sua esposa e traçando um novo objetivo de vida, que seria  encontrar um possível assassino para ela.

Após matar um inocente junto a John G., o Teddy, um Policial que o conhecia e que lhe contou toda a verdade, Leonard resiste em aceitar sua factícia história, e opta por continuar na sua identidade imaginária nos poucos momentos de identidade memoro-temporal que lhe restavam, criando uma história por meio de fotos e anotações que o levassem a procura de um possível assassino de sua esposa, procura a qual se tornou o enredo do filme, e que o leva a assassinar Teddy no final da história (início do filme).

Durante o filme é possível analisar Leonard do ponto de vista das síndromes conversivas e dissociativas. Apesar de não apresentar alterações sensoriais ou motoras aparentes e estar vigil, suas percepções mostram-se afetadas pela memória falha e pelas anotações que ele distribui pela pele nas formas de tatuagens e demais anotações, as quais sustentam sua ficção. O comportamento característico de uma personalidade histérica por vezes se exacerba, principalmente na capacidade manipulativa de Leonard com os demais personagens e sua própria trama imaginária cercada de traços teatrais e dramáticos.

Os transtornos dissociativos são caracterizados por pertubação e descontinuidade da integração normal de consciência, memória, identidade, emoção, percepção, representação corporal, controle motor e comportamento, e são encontrados como consequência de traumas e o desejo de ocultá-los. O início do filme, faz com que pensemos que Leonard seria portador de um quadro de amnésia dissociativa, caracterizada pela incapacidade de recordar informações autobiográficas importantes, geralmente de natureza traumática e estressante, incompatível com o esquecimento normal, porém, quando a dualidade Leonard-Sammy se revela, tudo passa a ser melhor explicado por um transtorno de identidade dissociativo. Leonard rompeu a sua identidade, o que o levou a flutuar entre a presença de dois estados de personalidade distintos, com a presença de lacunas na recordação de eventos cotidianos, informações pessoais importantes e o evento traumático mor, a morte de sua esposa, o assassinato de sua esposa. Leonard não alternava entre as identidades, e não tinha consciência da própria individualidade graças a sua amnésia dissociativa que manifesta-se como lacunas na memória remota de eventos na sua própria vida pessoal e nas suas ações recentes.

Alguns elementos podem ser citados para sustentar esse diagnóstico:

  1. As tatuagens nas quais Leonard deixava mensagens em seu corpo, podem ser um critério racionalmente estabelecido para criar objetivo lógico para a prática da automutilação, visto que o processo de tatuar gera dor física e suprime a dor psíquica, a qual em muito se assemelha a dor de um corte, por exemplo.
  2. Os flashbacks dissociativos ocorrem em momentos distintos do filme, e principalmente quando John G. conta toda a verdade para Leonard.
  3. O perfil vingativo, violento e perigoso de Leonard com os outros personagens enquadra-se nas questões diagnósticas relativas ao gênero do transtorno de identidade dissociativo: os homens exibem comumente mais comportamento criminoso ou violento do que as mulheres; entre eles participação em combate, condições de encarceramento e agressões físicas e sexuais, aspectos os quais estão presentes no enredo.

O filme Memento exige atenção plena do telespectador devido ao seu padrão atípico e se possível mais de uma visualização da obra completa para pleno entendimento. É possível estabelecer, sem dificuldades, uma associação franca com os quadros somatoformes conversivos e dissociativos, estimulando o raciocínio crítico clínico e diagnóstico.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION. DSM – V – MANUAL DE DIAGNÓSTICO E ESTATÍSTICO DE: TRANSTORNOS MENTAIS. [s.l: s.n.].

DALGALARRONDO, P. Psicopatologia e semiologia dos transtornos mentais. [s.l.] Artmed Editora, 2009.

SADOCK, B. J.; SADOCK, V. A.; RUIZ, P. Compêndio de Psiquiatria – 11ed: Ciência do Comportamento e Psiquiatria Clínica. [s.l.] Artmed Editora, 2016.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s